A Santa Ceia de Leonardo da Vinci

(na Interpretação de D.Emy)

Aqui  transcrevemos parcialmente os ensinamentos de D. Emy, e sua interpretação do quadro da Santa Ceia de Leonardo da Vinci. Estes ensinamentos, em sua íntegra, encontram-se no livro “Luz e Sombra”, editado pela Sociedade Teosófica e na revista Planeta nº 33 editada em 1975.

Nas palavras de D. Emy:

“Leonardo da Vinci era um iniciado e colocou na sua Santa Ceia todo um conhecimento de astrologia. No momento em que a fé e a ciência estavam se separando (Renascimento ) e, que a Astrologia estava se desvirtuando, Leonardo legou à humanidade todo seu conhecimento de ocultismo sob a forma de uma pintura.

Mas ele era também cientista: cem anos antes de Galileu ele colocou suas descobertas sobre a órbita dos planetas no célebre retrato da Mona Lisa. Os críticos porém, preferindo analisar o enigmático sorriso da Gioconda, esqueceram o que existia de mais importante: sua mensagem oculta…Na maneira geométrica de distribuir os volumes, luzes e objetos, Leonardo transmite não apenas uma arte, mas todo um saber universal. Tudo na Santa Ceia é simbologia. Além de ser um discurso astrológico, esse quadro é um verdadeiro tratado de numerologia.

Existem várias interpretações a respeito da Astrologia e dos doze apóstolos. Mas a ordem em que eles se encontram distribuídos, a biotipologia, os gestos, a expressão facial e corporal que eles apresentam na Santa Ceia, coincidiam perfeitamente com tudo que D. Emy tinha encontrado na observação das fisionomias, gestos e vida das pessoas em que vinha fazendo horóscopos há quase trinta anos.

Na Santa Ceia podemos reparar que as vigas do teto, as linhas do chão, as linhas superiores das tapeçarias nas paredes, tudo converge para a testa de Cristo. O círculo sobre a porta possui seu centro em seu coração. Isso quer dizer que ele irradia a luz que ilumina o mundo. Ele é a unidade da vida, rodeado pelos doze tipos fundamentais do ser humano, sendo cada apóstolo um receptor das doze forças básicas originadas pela Trindade da Luz e seu espectro, que formam doze polos e seis eixos.

Na Astrologia usa-se a distribuição dos signos, que vai de Áries até Peixes, da esquerda para a direita. Na Astronomia estes signos obedecem a uma distribuição da direita para a esquerda. Como o horóscopo é o espelho do universo, sua ordem é contrária. Leonardo usou a posição da astronomia, da direita para a esquerda de quem olha.

Compare no desenho a posição dos apóstolos, inciando à direita com Simão (Áries – 1). Cada signo à direita, tem o seu correspondente à esquerda (Libra -7), e assim sucessivamente:

1 – Áries – Simão7 – Balança – JoãoPrimeiro eixo
2 -Touro – Judas Tadeu8 – Escorpião – Judas IscariotesSegundo eixo
3 – Gêmeos – Mateus9 – Sagitário – PedroTerceiro eixo
4 – Câncer – Filipe10 – Capricórnio – AndréQuarto eixo
5 – Leão – Tiago Menor11 – Aquário – Tiago MaiorQuinto eixo
6 – Virgem – Tomé12 – Peixes – BartolomeuSexto eixo
 
 

Primeiro Eixo

1 – Áries – Simão / 7 – Balança – João

Áries é o líder que usa a energia e a iniciativa, incentivando a decisão e a luta. No quadro, Simão está sentado na cabeceira da mesa, impondo pelas mãos a diretiva a ser tomada. Áries ou carneiro é aquele que mostra francamente sua personalidade combativa, da força da sua cabeça – a testa de Simão está fortemente iluminada – defendendo a verdade. Ação, coragem e consciência da própria vontade. O “eu sou”, o ser que age de acordo com as conclusões de sua própria cabeça.

Balança ou Libra é o signo que está a 180º em oposição à Áries. É o símbolo da harmonia, da justiça e da beleza. O semblante de João mostra harmonia e beleza, aquele que medita e mede, o coordenador. O colaborador está simbolizado nas mãos cruzadas.

João aparece inclinado, pois com este gesto ele suaviza o impacto da energia de Áries. Quem é de Áries e gosta de usar a espada, deve aprender que não se pode lutar sem medir as conseqüências da sua verdade e impulso. É preciso considerar o direito dos outros.

Quem é de Balança não deve apenas medir o direito dos outros sem se impôr. Áries impõe mas deve ceder.Balança cede mas deve aprender a impor e agir.

Toda ação de Áries acaba em guerra se ele não usar a Balança. Toda procura de harmonia, justiça e beleza acaba em desequilíbrio e anarquia se não houver energia e ação.

A palavra de Cristo para Áries é: “Sede manso”. Para Balança e : “Eu vos trago a espada”. O eixo Áries-Balança visa encontrar o equilíbrio entre a ação do eu e o direito do outro.

Lei dos opostos e movimento da vida

Antigamente as reproduções da Santa Ceia de Leonardo da Vinci estavam presentes em quase todos os lares brasileiros. O quadro era colocado voltado para a porta de entrada da sala, afim de que “o pão entrasse na casa”.

Hoje estas reproduções desapareceram das casas. Dizem que isto aconteceu em nome de um pretenso bom gosto. Eu acredito que foi apenas por uma questão de modismo e acho que elas deveriam voltar. Pelo menos para as salas de leitura, escolas, bibliotecas, enfim, todos os locais onde as crianças entrem para serem educadas. Apenas para que o pão espiritual entre na alma. O quadro deveria ser colocado em lugar bem visível (para a alma, é claro ) para que todos pudessem ver a beleza que temos diante de nós. Tudo o que você busca, terá no momento em que compreender a lei dos opostos universais e o porque do movimento da vida. E isso está retratado na Santa Ceia de Leonardo da Vinci, sob a forma de um discurso silencioso. “

Os ensinamentos completos dos 6 eixos estão contidos no livro “Luz e Sombra”