Signos Maléficos, Benéficos?

Emma de Mascheville

Neste artigo dona Emy nos mostra como todos os signos são bons, como os aparentes defeitos da pessoa não vêm dos signos.

Em primeiro lugar, não são defeitos: são ausências de determinadas qualidades necessárias para completar as verdadeiras qualidades que o ser humano recebeu quando nasceu.

Uma qualidade precisa de outra, para complementá-la, ou torna-se um defeito. Quando se nasce, se adquire as duas partes imprescindíveis do todo. Mas uma é consciente, outra subconsciente; uma é ativa, outra passiva; uma em luz, a outra em sombra.

Pelo conhecimento profundo de suas características, através do horóscopo (o que é visto pela hora em que nasceu), o homem consegue harmonizar ambas as forças. E obter a harmonia, objetivo da grande luta da vida.

 

A GOTA D’ÁGUA

Imaginemos o Universo, aparentemente um círculo ao nosso redor, dividido em duas partes: visível e invisível. Em qualquer parte da Terra, enxergamos acima de nós uma metade do Universo, a outra é invisível.

Agora imaginemos dentro do Oceano uma gotinha que surge na superfície da água, entra em contato com o ar e pula para fora do Oceano. No seu primeiro contato com a Luz, depois de se separar do Oceano, a Luz se espelha nela e a metade do Universo se reflete na pequena gota.

Igual a essa gota é a sensibilidade da criança, quando ela nasce. Ao primeiro contato com o ar, aspira as condições eletromagnéticas da metade visível do Universo, que se imprime nela como a Luz se imprime numa chapa fotográfica. Esta parte visível do Universo formará o seu consciente. Mas o Universo é como um relógio, e a engrenagem visível está condicionada ao invisível.

Por isso, o Consciente da criança está subordinado ao Subconsciente (formado pela parte invisível do Universo).Compreende-se, então, que a Unidade Universal se reflete em nós numa dualidade baseada na hora e na posição geográfica em que nascemos. Com dois polos de um eixo básico, com um movimento ativo ascendendo no Consciente e um passivo descendendo no Subconsciente.”

O HOMEM CRIADO A SEMELHANÇA DE DEUS

“Conhecendo, esse fato, do que ocorre com a criança quando ela nasce, é fácil interpretar as palavras de Moisés corretamente, não mais imaginando Deus à nossa semelhança; compreendendo que como o átomo é um sistema solar em miniatura, o Homem é a Suprema Inteligência da Criação e do Criador em miniatura, mas dividido em dois, em forma ativo passivo, consciente subconsciente, iluminado pelo Sol e projetado na Sombra.

Desta forma, para que se saiba o horóscopo, não basta apenas saber o dia e o mês em que se nasceu. É preciso saber a hora e a posição geográfica do nascimento, para que se saiba de que maneira a Luz Universal se reflete e se divide em nós.

Nenhum ser humano nasce com o destino bom ou mau, feliz ou desafortunado, evoluído ou atrasado. Ele nasceu com a sua missão determinada, através da busca, harmonizando ambas as partes, consciente e subconsciente e penetrando novamente na Luz.”

OS FALSOS HORÓSCOPOS

“Toda teoria astrológica que fala de influências malignas e benignas é nociva e prejudicial. Somente o estudo astrológico que nos torna consciente de nós mesmos, da missão que devemos cumprir dentro da época em que vivemos, é realmente um fator que nos facilita alcançar a Consciência Cósmica.

O girar da Terra, causando dia e noite, não significa a divisão em bem e mal, mas somente a de ação e de repouso, expansão de atividade e assimilação de novas forças e energias. Sofremos não porque a vida seja cruel, mas porque nadamos em sentido contrário ao da corrente da vida. Se soubermos em que sentido devemos nadar, não sofreremos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 6 =